Filipe Barreiros voltou a ter corrida complicada em Silverstone

Não foi o fim-de-semana que Filipe Barreiros ambicionou para mais uma jornada do International GT Open em Silverstone. A segunda corrida realizada esta tarde confrontou o piloto português e o seu companheiro de equipa Martin Short com um Renault menos competitivo que o desejado, ficando os pilotos impossibilitados de discutir a vitória e a cruzarem a linha de meta no segundo lugar.

Um terceiro e um segundo lugar num fim-de-semana onde as vitórias eram o objectivo para que o piloto português conseguisse assumir a liderança do Campeonato na categoria GT Am: “Apesar da equipa ter mudado as suspensões e de todas as alterações que efectuámos, o Renault nunca teve o andamento desejado. Aliado a isso ainda tínhamos 20 segundos de ‘handicap’. Sabemos que não podemos ganhar todas as provas mas pelo menos gostava de ter tido andamento para dar luta. Foi um fim-de-semana difícil mas esperemos que em Red Bull Ring as coisas se invertam”, explicou Filipe Barreiros desiludido com o desfecho mas optimista quanto ao futuro.

A próxima prova acontece na Áustria a 10 e 11 de Setembro.